06Notícias

COVID-19 & Animais de Companhia: Dicas para ficar em casa juntos e em segurança

Não há evidências que os cães e gatos sejam uma fonte de infeção de COVID-19. No entanto, compreendemos a incerteza sobre a forma como cuidar do seu...

Como manter o seu cão feliz durante a quarentena

O isolamento social não é difícil só para os humanos, os cães também sofrem com a quarentena voluntária ou obrigatória dos seus donos. Isto porque a...

COVID-19 e animais de companhia – I

Saiba quais os cuidados que deve ter e siga as recomendações aos tutores de animais de companhia da Faculdade de Medicina Veterinária da...

COVID-19 e animais de companhia – II Cuidados Especiais

Continuamos a partilhar consigo toda a informação sobre os cuidados que deve nesta época de pandemia global. Os tutores dos animais devem ter algum...

COVID-19 e animais de companhia – III Suspeitas de infeção

Lembramos de que até ao momento não existem evidências científicas de que os animais de companhia transmitam o coronavírus SARS-Cov-2, mas existem...

Um circo amigo dos animais!

Um circo alemão fez uma mudança radical nas suas práticas ao passar a usar hologramas em vez de animais verdadeiros. Desde 2018, que quem vai ao Circus Roncalli é surpreendido por um espetáculo único: hologramas 3D e o uso de CGI - imagens geradas por computadores, que deixam o público maravilhado e evitando assim o abuso animal.

No lugar das exóticas criaturas em carne e osso, surgem diversos bichos por meio de hologramas: cavalos, peixes gigantes e até o tradicional elefante com os seus atos, tão comum em circos pelo mundo fora. Sem os animais exóticos, o espetáculo é composto pelas imagens de hologramas juntamente com efeitos sonoros. A ideia é que o público tenha a mesma experiência de um circo com animais reais, mas sem a tão criticada prática de usar bichos que são mantidos e transportados enjaulados.

O Circus Roncalli, como tantos outros, fazia normalmente os seus espetáculos com animais amestrados, mas foi diminuindo o número de animais nos últimos anos e em 2017, já só restavam cavalos treinados que ficavam apoiados apenas nas duas patas traseiras quando solicitado.

Agora, um futuro melhor para estes animais, por fim, chegou!

 

 

Planeta Animal - Cuidamos e Protegemos!