06Notícias

Não deixe que o seu animal seja a casa de parasitas

Os animais são membros muito queridos nas nossas famílias. Por norma, mantemo-los sãos e protegidos dos riscos que podemos ver mas o que sucede com...

Cuidados no outono

É oficial, chegou o Outono. Embora o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais,...

Ter um cão ajuda a prevenir doenças cardiovasculares

  Uma investigação que envolveu mais de 1700 pessoas concluiu que os donos de cães alimentam-se melhor e praticam mais exercício físico! Ter um cão...

Novo Sistema de Informação de Animais de Companhia estabelece novras regras em vigor a partir de 25 de Outubro de 2019

Em Outubro, entra em vigor uma nova lei e um novo sistema de identificação e registos de animais de companhia, nomeadamente de cães, gatos e furões...

Canil Intermunicipal

Em junho passado, a Câmara Municipal de Aveiro, apresentou o seu plano para a construção do novo pólo de Aveiro do Centro Intermunicipal de Recolha...

Um circo amigo dos animais!

Um circo alemão fez uma mudança radical nas suas práticas ao passar a usar hologramas em vez de animais verdadeiros. Desde 2018, que quem vai ao Circus Roncalli é surpreendido por um espetáculo único: hologramas 3D e o uso de CGI - imagens geradas por computadores, que deixam o público maravilhado e evitando assim o abuso animal.

No lugar das exóticas criaturas em carne e osso, surgem diversos bichos por meio de hologramas: cavalos, peixes gigantes e até o tradicional elefante com os seus atos, tão comum em circos pelo mundo fora. Sem os animais exóticos, o espetáculo é composto pelas imagens de hologramas juntamente com efeitos sonoros. A ideia é que o público tenha a mesma experiência de um circo com animais reais, mas sem a tão criticada prática de usar bichos que são mantidos e transportados enjaulados.

O Circus Roncalli, como tantos outros, fazia normalmente os seus espetáculos com animais amestrados, mas foi diminuindo o número de animais nos últimos anos e em 2017, já só restavam cavalos treinados que ficavam apoiados apenas nas duas patas traseiras quando solicitado.

Agora, um futuro melhor para estes animais, por fim, chegou!

 

 

Planeta Animal - Cuidamos e Protegemos!