06Notícias

Não deixe que o seu animal seja a casa de parasitas

Os animais são membros muito queridos nas nossas famílias. Por norma, mantemo-los sãos e protegidos dos riscos que podemos ver mas o que sucede com...

Cuidados no outono

É oficial, chegou o Outono. Embora o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais,...

Ter um cão ajuda a prevenir doenças cardiovasculares

  Uma investigação que envolveu mais de 1700 pessoas concluiu que os donos de cães alimentam-se melhor e praticam mais exercício físico! Ter um cão...

Novo Sistema de Informação de Animais de Companhia estabelece novras regras em vigor a partir de 25 de Outubro de 2019

Em Outubro, entra em vigor uma nova lei e um novo sistema de identificação e registos de animais de companhia, nomeadamente de cães, gatos e furões...

Canil Intermunicipal

Em junho passado, a Câmara Municipal de Aveiro, apresentou o seu plano para a construção do novo pólo de Aveiro do Centro Intermunicipal de Recolha...

Cuidados no outono

É oficial, chegou o Outono.

Embora o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais, nesta época do ano. A estação traz consigo dias mais frios e chuvosos.

OS ANIMAIS DOMÉSTICOS EXIGEM ALGUNS CUIDADOS ESPECIAIS PARA EVITAR DOENÇAS, PRINCIPALMENTE AS RESPIRATÓRIAS E ARTICULARES.

O outono exige cuidados especiais com os animais de estimação. Os animais idosos sofrem mais com a humidade e o frio característicos da estação, esses fatores aumentam os sintomas de dor em cães e gatos, principalmente nas articulações. O tutor precisa de prestar atenção e, caso perceba que o seu companheiro de 4 patas está a sofrer, deve levá-lo ao veterinário. Um profissional vai examiná-lo, indicando assim, o melhor tratamento.

A gripe é uma das principais ameaças trazidas pela mudança de tempo. Ela pode ser prevenida com a vacinação do animal. Outras infeções também podem acontecer em virtude da descida da temperatura.

VESTUÁRIO

Outra boa dica é usar roupas próprias para animais, principalmente, se o cão tem pêlo curto. Também é bom evitar que o animal, mesmo agasalhado, durma em locais com correntes de vento e exposto ao frio. No caso do banho, evite os horários mais frios, como de manhã cedo, ou de noite.

É importante também não deixar o animal secar-se sozinho ao vento.

ALERGIAS DE OUTONO

É comum os cães terem erupções alérgicas na pele durante o outono. Caso o cão tenha espirrado mais que o de costume, comece a bufar, roncar e dar sinais de corrimento nasal, ele pode estar a manifestar uma alergia ou rinite. Se houver suspeita de reação alérgica, o animal deve ser levado ao veterinário o quanto antes.

MANTER O CÃO ATIVO

Nos dias mais frios, muitas pessoas levam os seus cães a passear com menos frequência. É importante que o seu animal mantenha o mesmo nível de atividade que tinha no verão. Lembre-se que o seu animal adora sempre ir à rua, para cheirar a relva e as folhas que caem das árvores e, assim pode  manter os níveis de exercício e lazer, que são tão importantes para ele.

PROBLEMAS OFTALMOLÓGICOS

Durante esta época do ano os problemas nos olhos dos animais também aumentam. O tempo frio e seco reduz a quantidade de lágrimas produzidas, deixando-os mais vulneráveis à poluição, aos vírus e às bactérias. É importante manter a higiene da região dos olhos sempre em dia.

CUIDADO COM AS CARRAÇAS

A infestação de carraças nos cães é outra situação típica do outono. Portanto é preciso prevenir essa exposição, com recurso aos anti-parasitários.

 

 

Seguindo essas dicas, é possível aproveitar o tempo fresco ao lado do seu amigo de todas as horas. O importante é estar sempre atento ao animal, e caso qualquer alteração incomum aparecer, tratá-la o quanto antes.

 

Planeta Animal - Cuidamos e Protegemos!