06Notícias

Por que choram os cães?

Embora o ser humano chore quando está triste ou quando sente dor, isso não significa que os cães chorem pelos mesmos motivos. Tal como ladrar, o...

Sabia que os cães também podem sofrer de TOC: Conheça quatro sinais

Alguns comportamentos dos animais de estimação podem ter origem emocional. O desenvolvimento de manias e comportamentos obsessivos pode estar...

Já podemos ver o mundo pelos olhos dos animais

Os humanos estão um passo mais próximos de ver o mundo como o veem os animais, graças a uma nova tecnologia desenvolvida por investigadores da...

Não deixe que o seu animal seja a casa de parasitas

Os animais são membros muito queridos nas nossas famílias. Por norma, mantemo-los sãos e protegidos dos riscos que podemos ver mas o que sucede com...

Cuidados no outono

É oficial, chegou o Outono. Embora o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais,...

Cuidados no outono

É oficial, chegou o Outono.

Embora o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais, nesta época do ano. A estação traz consigo dias mais frios e chuvosos.

OS ANIMAIS DOMÉSTICOS EXIGEM ALGUNS CUIDADOS ESPECIAIS PARA EVITAR DOENÇAS, PRINCIPALMENTE AS RESPIRATÓRIAS E ARTICULARES.

O outono exige cuidados especiais com os animais de estimação. Os animais idosos sofrem mais com a humidade e o frio característicos da estação, esses fatores aumentam os sintomas de dor em cães e gatos, principalmente nas articulações. O tutor precisa de prestar atenção e, caso perceba que o seu companheiro de 4 patas está a sofrer, deve levá-lo ao veterinário. Um profissional vai examiná-lo, indicando assim, o melhor tratamento.

A gripe é uma das principais ameaças trazidas pela mudança de tempo. Ela pode ser prevenida com a vacinação do animal. Outras infeções também podem acontecer em virtude da descida da temperatura.

VESTUÁRIO

Outra boa dica é usar roupas próprias para animais, principalmente, se o cão tem pêlo curto. Também é bom evitar que o animal, mesmo agasalhado, durma em locais com correntes de vento e exposto ao frio. No caso do banho, evite os horários mais frios, como de manhã cedo, ou de noite.

É importante também não deixar o animal secar-se sozinho ao vento.

ALERGIAS DE OUTONO

É comum os cães terem erupções alérgicas na pele durante o outono. Caso o cão tenha espirrado mais que o de costume, comece a bufar, roncar e dar sinais de corrimento nasal, ele pode estar a manifestar uma alergia ou rinite. Se houver suspeita de reação alérgica, o animal deve ser levado ao veterinário o quanto antes.

MANTER O CÃO ATIVO

Nos dias mais frios, muitas pessoas levam os seus cães a passear com menos frequência. É importante que o seu animal mantenha o mesmo nível de atividade que tinha no verão. Lembre-se que o seu animal adora sempre ir à rua, para cheirar a relva e as folhas que caem das árvores e, assim pode  manter os níveis de exercício e lazer, que são tão importantes para ele.

PROBLEMAS OFTALMOLÓGICOS

Durante esta época do ano os problemas nos olhos dos animais também aumentam. O tempo frio e seco reduz a quantidade de lágrimas produzidas, deixando-os mais vulneráveis à poluição, aos vírus e às bactérias. É importante manter a higiene da região dos olhos sempre em dia.

CUIDADO COM AS CARRAÇAS

A infestação de carraças nos cães é outra situação típica do outono. Portanto é preciso prevenir essa exposição, com recurso aos anti-parasitários.

 

 

Seguindo essas dicas, é possível aproveitar o tempo fresco ao lado do seu amigo de todas as horas. O importante é estar sempre atento ao animal, e caso qualquer alteração incomum aparecer, tratá-la o quanto antes.

 

Planeta Animal - Cuidamos e Protegemos!